quarta-feira, 16 de outubro de 2013

sábado, 28 de julho de 2012

Petit Gâteau

Essa receita é para o cozinheiro da Vânia Carvalho:
 Petit Gâteau
Ingredientes:

240 g de chocolate amargo picado 
200 g de manteiga
4 ovos inteiros
4 colheres (sopa)de açúcar
4 colheres (sopa) de farinha de trigo peneirada


Modo de Preparo:
Derreta o chocolate em uma panela em banho-maria e junte a manteiga, mexendo até que fique homogêneo, liso e brilhante;
Em uma vasilha, bata os ovos, as gemas e o açúcar até que os ingredientes fiquem bem incorporados;
Retire o chocolate do fogo e despeje aos poucos na vasilha dos ovos misturados. Mexa até que os ingredientes estejam integrados;
Misture suavemente a farinha de trigo;
Unte forminhas pequenas, próprias para petit gâteau, com manteiga ;
Preaqueça o forno ao máximo;
Asse em forno pré-aquecido a 250ºC por 4 a 5 minutos aproximadamente (teste uma forminha antes, para saber a temperatura correta de seu forno; o petit gâteau deve estar consistente por fora e mole por dentro); 

Desenforme num prato e sirva com sorvete de creme.
Alguns pedem pra cobrir com calda de chocolate.





sábado, 21 de julho de 2012

Lembrando minha infância - Ovos Nevados

Nesse mesmo dia no Antiguarius, eu pedi de sobremesa uma receita que minha avó fazia especialmente pra mim - Ovos Nevados, estava a mesa o Carlito, filho do Perico e lhe disse que a diferença da receita do Antiguarius para o de minha avó era as lasca de limão que dava um toque especial ao clara em neve na hora de servir.

Me senti como o personagem do desenho Ratatouille Anton Ego ao provar a receita preparada por Remy, fui a minha infância.

Segue a receita com o toque de minha avó:
Ingredientes:
Ovos nevados
1 lata de leite condensado
1 medida (lata) de leite fresco
1 medida (lata) de água
4 ovos
4 colheres de sopa de açúcar de confeiteiro
Creme inglês
1 colher de chá de essência de baunilha
Raspas da casca de limão

Preparo
 
Ovos Nevados
 
Em uma panela, misture o leite condensado com o leite e a água e leve ao fogo até ferver. Abaixe o fogo e mantenha aquecido. Em uma batedeira, bata as claras em neve, junte aos poucos o açúcar de confeiteiro peneirado e continue batendo até formar um suspiro firme. Coloque às colheradas porções das claras batidas na panela com leite quente. Cozinhe por cerca de 2 minutos e vire com uma escumadeira para cozinhar do outro lado. Retire as porções da panela, deixe escorrer bem o leite e coloque-as em uma compoteira. Reserve o leite.
 
Creme inglês
 
Em uma tigela à parte, peneire as gemas e junte um pouco do leite que ficou reservado. Acrescente a baunilha e misture bem. Despeje essa mistura no leite que sobrou na panela, fora do fogo, mexendo sempre para evitar que talhe. Leve ao fogo bem baixo, sem parar de mexer até obter um creme aveludado. Junte as raspas de limão e despeje o creme com cuidado sobre as claras cozidas. Leve à geladeira e sirva bem gelado.

Ao Servir, polvilhe as claras em neve com raspas de limão.
 
Dica:
Use uma panela grande para evitar que o leite derrame quando ferver e tenha atenção e cuidado para não se queimar.

No Antiguarius é servido com uma calda feita de açúcar e água.

Uma receita para o final de semana

Eu já comi esse prato da culinária portuguesa em vários restaurantes, o melhor foi no Antiguarius no Rio de Janeiro, excelente.

Então em homenagem a grande cozinha portuguesa:


Arroz de pato do Antiquarius

Ingredientes:
1 pato de aproximadamente 2 kgs
1 chouriço
2 colheres de sopa de azeite de oliva português extra virgem
300 g de bacon cortado em cubos pequenos
2 dentes de alho em rodelas finas
1 cebola picada
1 maço de salsinha com os talos
1 folha grande de louro
300 ml de vinho tinto seco
4 cravos-da-india
500 gs de arroz
água o quanto baste (2 a 3 vezes o volume do arroz)
sal e pimenta-do-reino à gosto
azeitonas sem caroço
Preparo:
Limpe o pato e corte-o em pedaços. Corte o chouriço em rodelas. 
Numa panela grande, refogue os pedaços de pato no óleo de oliva com o bacon, o alho, a cebola, a salsinha e o louro. 
Junte o vinho e deixe evaporar. 
Adicione os cravos, tempere com um pouco de sal, pimenta e cubra com a água. 
Deixe o pato cozinhar, retirando a espuma que se forma na superfície. 
Quando estiver macio, desosse-o, descartando as peles. 
Desfie a carne grosseiramente e reserve. 
Coe o caldo e retire o excesso de gordura, colocando uma folha de papel absorvente, dobrada, no caldo quente, retirando-a após alguns segundos. Incorpore o arroz ao caldo fervente e ajuste o sal e a pimenta. Apague o fogo antes do arroz atingir o cozimento completo. Transfira para um refratário, junte o pato e cubra com as cebolas e as rodelas de chouriço. Se o arroz estiver seco, umedeça-o com um pouco mais de caldo. Leve o refratário ao forno quente por cerca de 20 minutos Sirva imediatamente com as azeitonas. 
Tempo de preparo: 1 hora

Harmoniza bem com Merlot Jovem

Quem pagou o dote?

Será que a coligação Rodrigo Maia e Clarice Garotinho decola?
O peso dos sobrenomes - Maia/Garotinho, será uma âncora pra essa candidatura?

Eles pensavam que se unissem o perfil populista de Clarice com o administrativo de Rodrigo, poderiam polarizar nessa eleição com o Eduardo Paes, o que a pesquisa do Datafolha discorda, pois estão perdendo até para o insignificante Marcelo Freixo, não insignificante como político, mas insignificante em sua base política, já que o Psol não entra nas camadas sociais mais necessitadas e também não faz nenhum esforço em ter coligações que o tornem mais popular.

O que não avaliaram ao propor essa aliança é que apesar dos dois serem políticos em ascensão tem um legado negativo dos seus sobrenomes, que em outrora eram inimigos mortais.

A derrota para o prefeito é iminente, favas contadas. O objetivo agora é conseguir ganhar do candidato do Psol, pra que o fiasco não seja maior.

Esse por enquanto é um casamento que não trouxe lucro, quem pagou o dote vai cobrar com juros e correção no final do matrimônio.


O que não sabemos ainda foi quem pagou o dote!

Telefonia móvel no país

Estava lendo a matéria sobre a suspensão nas vendas de novas linhas das operadoras Tim, Claro e Oi. Bem, somente num país como o nosso podemos vivenciar atos como esse, já que em países desenvolvidos o próprio povo teria tomado uma providência e excluído essas operadoras do seu mapa, mas no Brasil as coisas são diferentes, até porque não há opção como a que existe em Nova Iorque, com dezenas de operadoras. Esses problemas com a nossa telefonia móvel já se arrasta por vários anos, pegamos o telefone tentamos fazer uma chamada e não conseguimos, e as operadoras, mesmo defasadas tecnologicamente, continuam a fazer promoções pra aumentar o seu mercado, numa "guerra das operadoras" e investimento "zero" em melhorar a tecnologia.

Vendo a explicação da Anatel, com relação a Tim, havia um ano que o órgão regulador vinha notivicando a operadora, que tinha um lapso de melhora.

Eu sou usuário da Vivo e não entendo o porque dela não estar com suas vendas bloqueadas também, já que sofro do mesmo problema dos usuários das outras. Não consigo completar uma chamada de primeira, minha linha fica fora de área, a navegação é de quinta categoria, parece aquele tempo da internet discada, ou seja, sofro os mesmo agrouros dos outros usuários, mas a operadora que eu uso não está penalizada. Das duas uma, ou a Anatel quer beneficiar algum grupo empresarial ou sou o único no país que sofre com a Vivo.

Se há algum usuário da Vivo que sofra o mesmo que eu, favor manifestar-se.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Atendendo a pedidos - Como dessalgar o bacalhau

Como DESSALGAR O BACALHAU
 
O bacalhau seco e salgado precisa ser dessalgado e  novamente hidratado para poder ser consumido. Feita essa operação, que de fato é muito simples, o bacalhau deverá ter readquirido sua maciez, tendo ganho uma consistência e um gosto que o peixe fresco jamais terá. O bacalhau pode ganhar até 20% peso se for corretamente dessalgado.

Veja como  é simples dessalgar e aproveitar o melhor do peixe, fazendo-o render e ficar com um sabor excepcional:

1- Depois de cortar o bacalhau em postas, lave-bem em água corrente para tirar o sal que recobre o peixe.

2- Coloque o bacalhau num recipiente fundo, sobrepondo as partes de modo que a pele fique em contato com a carne (isso no caso da pele não ter sido toda retirada, ou se ainda restarem pedaços. Cubra o bacalhau com água.

3- Guarde o vasilhame dentro da geladeira - a dessalga do bacalhau dentro da geladeira faz com que  ele irá fique tenro e consistente. Na água gelada o bacalhau não irá exalar cheiro algum. Se dessalgado fora da geladeira, além de exalar cheiro forte, o bacalhau pode pré-cozinhar e até estragar, principalmente nos dias mais quentes.
 
4-  É preciso trocar a água do bacalhau de três a quatro vezes por dia.

5- O tempo médio para dessalgue depende da altura das postas ( ou lombos) do bacalhau:

-Bacalhau Desfiado: 6 horas (trocar a água de 3 em 3 horas);
-Postas normais: 24 horas (trocar a água de 6 em 6 horas);
-Postas grossas: 40 horas (trocar a água de 8 em 8 horas);
-Postas muito grossas: 48 horas (trocar a água de 8 em 8 horas);
-Lombos muito grossos: 72 horas (trocar a água de 8 em 8 horas).”
 
O ponto certo de sua carne é quando o sal já foi praticamente eliminado. Para percebê-lo, no começo, basta provar a água para verificar a diminuição do sal. Depois, com uma faquinha delicada, ou mesmo com as mãos, pode-se tirar uma lasquinha da carne de dentro do lombo para ver se o sal já foi eliminado.

Voltando a Ativa - Com uma nova receita testada e aprovada

Bem meus seguidores, estou voltando aos poucos após muitos meses de hiato. hoje voltarei mais leve com uma receita de Bacalhau que eu fiz há uns 2 meses. Uma homenagem ao filme Tomates Verdes Fritos.

Bacalhau com Tomates Verdes Fritos

Ingredientes
1kg de postas de bacalhau dessalgado e enxuto (apenas úmido) de 200g cada
Obs: Quanto mais alta a posta mais saboroso fica
Azeite de oliva extravirgem para untar e regar
Sal a gosto
3 tomates Verdes cortados em rodelas
3 ovos cozidos
4 batatas cozidas em pedaços grandes
1 xícara (chá) de azeitonas pretas sem caroço
Salsa picada a gosto
Arroz branco para acompanhar

Modo de preparo
Grelhar as postas em uma frigideira antiaderente com pouco azeite até dourar bem e ficar no ponto. Frite os tomates na mesma frigideira untando com azeite. Reserve. Teste o sal nos tomates.  Arrume as postas fritas do bacalhau em um refratário, disponha os ovos picados e as batatas cozidas ao redor. Cubra as postas com bastante tomate frito e regue com mais azeite extravirgem. Leve ao forno médio, preaquecido, por 20 minutos. Antes de servir, espalhe azeitonas pretas e polvilhe com salsa picada. Sirva acompanhado de arroz branco.

Tempo de Preparo: 1 hora
Rendimento : 5 porções


Para a sobremesa um Sorbet de Limão Siciliano.

Ingredientes

3 ovos inteiros
3/4 de xícara (chá) de açúcar
raspas de 2 limões sicilianos
suco de 2 limões sicilianos
250   ml de creme de leite fresco


Preparo
Bata os ovos e o açúcar na batedeira em velocidade baixa. Quando a mistura estiver homogênea, adicione as raspas e o suco de limão.
Adicione o creme de leite em duas partes e bata em velocidade alta. Leve ao congelador por 2 horas. Com uma colher grande, misture o sorbet. Repita essa operação 2 a 3 vezes até o ponto de sorvete.

Sirva nas metades do limão Siciliano

Bom apetite a todos!


terça-feira, 14 de setembro de 2010

Estado de Letargia I

Estava vendo o Jornal Nacional quando me deparei com a matéria sobre o lobby no Ministério da Casa Civil, o mesmo que foi ocupado pela candidata Dilma Rousseff, líder nas pesquisas.
O que me deixou mais estarrecido é que como antes, ninquém será puniddo e a culpa cairá sobre quem denunciou. Até porque não há como provar, já que quem investiga é quem mais tem interesse em esconder os trambiques dos seus seguidores, ou seja, o próprio governo.
Estamos vivendo um estado de letargia no nosso país, perdemos a nossa capacidade de indignação, de revolta.
O atual governo conseguiu de forma branda calar o povo brasileiro, bastou dar algumas migalhas para quem tem fome e deixar ganhar dinheiro quem tem goela grande.
O bolsa família amordaça a população sofrida; as vantagens econômicas calam a elite brasileira e a corrupção solta nas esferas governamentais fazem com que novos ricos banquem o silêncio dos bons.
O Brasil está entrando num túnel sem luz. Estamos caminhando para um futuro incerto e quando a população acordar saberá o tempo perdido na história e o mal que o "hoje" está fazendo para a sociedade.
Perdidos em nosso próprio silêncio, apoiamos os desmandos de uma ditadura cruel que aniquila qualquer crescimento humano.

sábado, 15 de maio de 2010

Isso é cultura! Isso é respeito! Isso é paixão!

Estou assistindo ao jogo do Milan contra a Juventus - 3X0 Milan.
Bem o mais impressionante não é o resultado do jogo, até porque o Milan não foi campeão do Calccio e pelo contrário, fez uma péssima participação, apesar dos grandes jogadores do time o que resulta na saída do treinador Leonardo que pediu para deixar o comando técnico.
E é justamente essa saída que proporcionou uma cena emocionante do mundo do futebol. Após o fim da partida os jogadores chamaram o treinador e no meio do campo o abraçaram e fizeram reverência ao seu comandante e junto a torcida várias faixas de "Grazie Leo" - Obrigado Leo e outras homenagens. Apesar de toda a paixão dos torcedores com os seus times, deram a maior prova de respeito ao profissional e ao ídolo, que quando jogador foi vitorioso, como dirigente também. Lá não prejulgam os seus ídolos pelos resultados. O que vale é o profissional, o homem. Maior prova de consciência e respeito ao passado.
É bem parecido com as nossas atitudes tanto no esporte quanto na nossa vida particular. Estamos engatinhando nos quesitos cultura, respeito e história.